Artigos

Alimentos que o cachorro pode ou não comer na ceia de Natal

Natal chegando e todos já começamos a pensar nos preparativos e comilanças da tão esperada ceia! É muita tentação, pois...

Natal chegando e todos já começamos a pensar nos preparativos e comilanças da tão esperada ceia!
É muita tentação, pois são várias comidas diferentes e deliciosas que nos fazem salivar. E se nós, humanos, ficamos assim, nossos amiguinhos de quatro patas também ficam, com certeza, com muita vontade de comer junto com a gente.

Sabemos que o ideal é que eles se alimentem de ração premium ou super premium ou com alimentação natural, de acordo com suas características, porte, raça e necessidades indicadas pelo veterinário especializado. Mas algumas vezes, acabamos oferecendo algum pedacinho da comida que estamos ingerindo. Porém, é muito importante ter atenção e cuidado, pois cachorros não podem comer as mesmas comidas e ingredientes que nós. Alguns destes alimentos podem, inclusive, intoxicá-los!

Para dar uma chance a eles, listamos abaixo as comidas e alimentos que o cachorro pode ou não comer na ceia de Natal em quantias moderadas, é claro!
Confira e lembre-se na hora das festas e também quando estiver se alimentando.

Alimentos permitidos

  • Chester ou peru: é um alimento permitido e que faz bem aos cães, mas é importante oferecer pequenas porções e somente a carne branca.
  • Bacalhau: peixes são nutritivos e bem-vindos, mas só podemos oferecer o bacalhau fresco ou congelado, pois o seco possui uma quantidade muito elevada de sal;
  • Tender ou presunto: desde que seja oferecido sem gordura e tempero e em quantidades mínimas. Atenção com o presunto industrializado, pois contém uma grande quantia de conservante e sal;
  • Arroz: está liberado, tanto o branco quanto o integral, desde de que seja sem tempero e oferecido em pequenas porções;
  • Legumes e frutas: alguns alimentos que não participam tanto assim da ceia de Natal, mas estão presentes em nosso dia-a-dia e são ótimos aliados da saúde canina são banana, batata doce, abóbora, cenoura, brócolis e maçã, por isso, pode oferecer sempre ao seu amigo peludo, sem tempero, sal, açúcar e em pedaços mastigáveis, de forma que ele consiga digerir facilmente.

Alimentos proibidos

  • Salpicão: por ser uma mistura muito densa para o estômago canino, não ofereça ao seu amiguinho de quatro patas, além disso, contém maionese e uva passa, que são alimentos proibidos para eles;
  • Farofa: é rica em sal e gordura oxidada, por isso deve ser mantida bem distante do seu cachorro;
  • Molhos: são muito ricos e fortes para o estômago delicado dos cachorros, o que pode causar pancreatite;
  • Rabanada: frituras são proibidas para cachorros, pois possuem gorduras oxidadas, prejudiciais a saúde e além disso, contém muito açúcar;
  • Panetone: a quantidade de açúcar nas frutas cristalizadas e na massa doce o tornam um alimento proibido;
  • Chocotone: extremamente proibido! O chocolate possui um composto químico chamado teobromina que pode intoxicar os cães, e em quantidades elevadas pode ser fatal;
  • Nozes: evite todas elas e cuidado especial com a macadâmia, ela é tóxica para os cães e alguns cachorros apresentam alergias a este tipo de alimento;
  • Uva: apesar de muitos oferecerem uva aos seus cães, elas foram recentemente associadas à falência nos rins;
  • Vinho: bebidas alcólicas são terminantemente proibidas! Os cachorros são muito mais sensíveis ao álcool do que os humanos e até mesmo um pequena quantidade pode causar intoxicações significantes.

 

 

Texto extraído de http://blog.geracaopet.com.br/cachorro-pode-ou-nao-comer-na-ceia-de-natal/